17 dezembro 2006

The Descent by Neil Marshall (2005)




Abro este post para vos trazer "The Descent", um filme fácil, daqueles sem grande complexidade de argumento... é um daqueles filmes que podemos começar a ver do meio que as sensações finais serão as mesmas... como costumo dizer: aquece-se o óleo numa frigideira, abre-se um ovo e deixa-se fritar!!!




Vi este filme depois de ter lido um texto do mestre V.M. num site temático. Confesso que sou adepto do medo cinematográfico... adoro filmes que nos metem medo, adoro aquela sensação de adrenalina, aquela sensação de sentirmos medo de algo que sabemos não ser real... por mais real que a história possa parecer!!! Para mim "The Descent" é um "Alien" dos tempos modernos. Claro que é praticamente impossível igualar a obra 1979 de Ridley Scott, no entanto qualquer fita que se aproxime já é, logo à partida uma fita de grande qualidade.


Neil Marshall, o realizador e autor deste filme era-me completamente desconhecido, no entanto tem outros dois trabalhos prontos a serem descobertos: Combat (1999), uma curta com boas referências e Dog Soldiers (2002), longa-metragem de terror e acção que conta a história de um treino militar que não corre como o previsto.

Em "The Descent" seguimos um grupo de amigas aventureiras que partem à descoberta duma gruta... no entanto tudo começa mal quando uma derrocada lhes tapa o local por onde entraram!!! Até aqui tudo como se esperava, história fácil e previsível... mas... vale a pena ver e sentir algo parecido com o que aquelas amigas sentiram... puro terror claustrofóbico. Se a permissa de Alien era: "... no espaço ninguém te consegue ouvir gritar..." em The Descent podemos usar a mesma frase com as devidas alterações!!! Neil Marshall consegue contar-nos uma história de amizade e traição enquanto criaturas sedentas de carne humana perseguem os personagens.

Para quem gosta do género é certamente um filme para guardar e partilhar... foi o que eu fiz!!! No dia a seguir a comprar o DVD já o tinha emprestado... e ainda não voltou a casa.

Vejam esta pequena amostra do que vos espera...






Gore no seu melhor: 8.0/10

2 comentários:

rosa disse...

epá eu vi esse filme!!!
podes crer, muito gore...

Marcos disse...

Uma produção independente mui agradável...poucos custos...mas bom resultado! Boa opção